Semana Promocional das Leguminosas

No âmbito do projeto RBES, na semana de 07 a 11 de janeiro, no Bar dos Alunos decorreu a “Semana Promocional das Leguminosas”.

O feijão, as favas, as lentilhas, o grão de bico, as ervilhas e os tremoços fazem parte das chamadas leguminosas. Estas sementes fornecem proteínas, fibras, vitaminas e minerais. Pela sua composição em proteínas são muito usadas como substitutos de outras fontes proteicas como a carne, o pescado ou os ovos e devido ao seu baixo custo e produção são muito populares em países em desenvolvimento.

O grão de bico faz parte da nossa dieta Mediterrânica, a qual, como é sabido, constituí uma dieta saudável que promove mais anos de vida com saúde.

Vários estudos científicos referem que o consumo de leguminosas está associado à prevenção e melhoria das doenças cardiovasculares, da diabetes Mellitus, da doença inflamatória intestinal e do cancro do cólon. Sendo assim, o consumo de leguminosas deve ser incentivado ao longo de todo o ciclo de vida do ser humano.

Segundo os dados da Balança Alimentar, que nos indica valores sobre disponibilidade de alimentos, poderemos inferir que o consumo ao nível nacional está muito aquém das recomendações de consumo da Roda dos Alimentos. Enquanto esta aconselha a que o consumo de leguminosas contribua com 4% do dia alimentar, a última Balança Alimentar apresenta 0,6% de leguminosas disponíveis por pessoa.

Segundo um artigo publicado pela Universidade de Coimbra, para além da sustentabilidade económica por ser uma das culturas mais rentáveis para os agricultores, têm uma grande importância a nível ambiental, pois ajudam a fixar o nitrogénio no solo, tornando-o mais fértil, diminuindo assim a aplicação de fertilizantes, sendo chamadas de «Adubo verde».
Por outro lado, quando se compara a produção de leguminosas com a produção de outras fontes de proteína, como a carne de vaca ou de porco, o cultivo de 1kg de leguminosas consome 43 vezes menos água que a criação de um quilo de carne de vaca ou 18 vezes menos água que a criação de um quilo de carne de porco.

Para além do seu importante papel na fertilização dos solos e baixo consumo de água, a produção de um quilograma de leguminosas apresenta também emissões de carbono 19 vezes menores do que as geradas pela mesma quantidade de carne de vaca.

Tendo em conta todos os factos anteriormente referidos e devido à sua importância para a saúde e bem-estar dos nossos alunos, na Semana Promocional das Leguminosas estes tiveram a oportunidade de degustar várias iguarias com as leguminosas, nomeadamente quiche com base de grão-de-bico, brócolos e frango ou quiche com base de grão-de-bico, atum, milho, curgete, cebola, alho e lentilhas castanhas; tremoços, batido de banana com amendoim e tarte de feijão. Verificou-se uma boa adesão destes a estes alimentos, embora para muitos não façam parte da sua alimentação diária.

Coordenadores do projeto RBES.

Os comentários estão fechados.

Website Built with WordPress.com.

EM CIMA ↑

%d bloggers like this: