O Eu Farmacêutico

Inserido no projeto denominado “As Profissões”, da equipa 9, de 9º ano de escolaridade, da Escola dos 2º e 3º Ciclos do Caniço, as turmas 1, 3, 4 e 5, do respetivo ano, assistiram a uma palestra denominada “O Eu Farmacêutico”, dinamizado pela Dra. Joana Olim, formada em Ciências Farmacêuticas que exerce funções na farmácia do Caniço como assessora da qualidade.

Esta palestra insere-se no projeto desenvolvido pela equipa pedagógica, concertado com todas as disciplinas e em parceria com a psicóloga da escola, Dr.ª. Márcia Rodrigues, que pretende dar a oportunidade aos alunos de conversarem com profissionais de diferentes áreas, conhecerem o seu percurso escolar e profissional e definir os critérios da escolha laboral, tendo em mente o percurso/curso académico para exercer determinado ofício; conhecerem com quem, onde e como determinado profissional trabalha; quais são as suas possibilidades de atuação; como se desenvolve a carreira desse trabalhador e quais os desafios e funções que se exercem nas suas diferentes áreas. 

Assim sendo, os alunos tiveram a oportunidade de confirmar que o farmacêutico é um profissional de saúde, inscrito na Ordem dos Farmacêuticos, após reconhecimento da sua formação específica numa Instituição de Ensino Superior Universitário e verificaram quais são as suas competências, desmistificando-se a ideia que ser farmacêutico corresponde apenas à dispensa de medicamentos e atendimento ao público.

Estas passam por uma panóplia de tantas outras funções e responsabilidades, tais como: preparação de medicamentos manipulados; aquisição e armazenamento dos mesmos e produtos de saúde; administração de medicamentos, de vacinas e injetáveis; cuidados farmacêuticos; acompanhamento do doente, através da avaliação da resposta do mesmo à terapêutica farmacológica e possível intervenção, tendo em conta o diagnóstico do paciente e as suas necessidades específicas, bem como as informações clínicas e dos seus dados necessários para avaliar e monitorizar a terapêutica medicamentosa e acompanhar os resultados terapêuticos do doente, incluindo determinações de parâmetros bioquímicos e fisiológicos; atividades de cuidados preventivos, que promovam a saúde pública e previnam a doença, entre tantas outras ambivalências.

A sessão finalizou-se com a colocação de questões à Dra. Joana Olim, num ambiente de proximidade, sobre o seu percurso escolar e académico, desafios e dificuldades, médias de ingresso na Universidade; exames nacionais exigidos, conselhos e curiosidades, terminando com a calendarização de uma visita de estudo à Farmácia do Caniço, a se realizar em pequenos grupos, proporcionando aprendizagens num contexto real.  

Os comentários estão fechados.

WordPress.com.

EM CIMA ↑

%d bloggers like this: